Make your own free website on Tripod.com

A Era da Informática


About Us
História do computador
Gerações
Biografias
Internet
Historia da Internet
Consequências das TIC
Vantagens & Desvantagens das TIC
Curiosidades

vantagensdesvantagensdastic.gif

Agora passaremos a abordar as vantagens e desvantagens:

Vantagens das TIC

Funcionalidades da TIC:

>>> Obter informações: Muitos websites disponibilizam informações gratuitas aos usuários;

>>> Encontrar Pessoas

>>> Encontrar empresas, produtos e serviços: Os novos serviços de pesquisa das Páginas Amarelas permitem-lhe fazer pesquisa pelo tipo de empresa que procura;

>>> Pesquisa: Através de um todo leque de opções no mundo da Internet, podemos aceder a toda a informação que queremos, bastando-nos apenas aceder a motores de busca como: Google, Yahoo, Altavista, Sapo, AEIOU, etc;

>>> Educação: Através da Internet, as escolas podem coordenar-se em tempo real;

>>> Viajar: Cada vez mais, a Internet é usada para que os países, cidades, aldeias, etc., promovam o seu turismo...

>>> Intranets: Uma intranet é uma rede organizada que usa a tecnologia da web para ajudar as empresas a comunicar entre si, podendo, à semelhança da Internet, ser acedida de qualquer parte do globo. A diferença entre a Internet e uma Intranet é que uma intranet, como o prefixo "intra" indica, pertence a uma empresa ou organização, podendo apenas ser utilizada pelos seus funcionários e colaboradores que tenham devida autorização para aceder à informação, enquanto que a Internet disponibiliza informações que podem ser acedidas por todos quantos estejam conectados.

>>> Marketing e vendas: As empresas estão agora a vender/publicitar os seus produtos através da Internet;

>>> Jogos e "mexericos": Hoje em dia, quem não ouviu falar dos jogos "on-line". A possibilidade de interagir com pessoas de todo o mundo;

>>> Amor: Existe uma grande variedade de anúncios para encontrar a sua cara-metade que disputam os utilizadores entra si;

>>> Cura: Doentes e médicos mantêm-se a par das últimas descobertas médicas, partilham experiências de tratamento e apoiam-se mutuamente;

>>> Investir: As pessoas efectuam pesquisa financeira, compram acções e investem dinheiro on-line;

>>> Organizar eventos: os organizadores de conferências e feiras profissionais estão a descobrir que a melhor forma de divulgar informação, solicitar colaborações e proceder a inscrições é através da Internet;

>>> Fins não lucrativos: Páginas de informações acerca de organizações sem fins lucrativos, como igrejas, sinagogas, mesquitas, etc;

Outras funcionalidades:

1. Desintermediação - Remove barreiras e intermediários, liga os pontos directamente. Hoje, você pode comprar um produto directamente do fabricante pelo site, dispensando o revendedor. O fabricante não tem nem o custo de montar uma loja (física).

2. Alto alcance - Permite, por exemplo, que pequenos produtores culturais alcancem pequenos nichos de consumo. Para cada um dos seus interesses, você pode encontrar uma pequena sociedade, em que o ponto de ligação entre as pessoas é esse interesse.

3. Reformulação - A Internet tem um poder muito grande de mudar conceitos. Neste modelo as mudanças são profundamente culturais, e não apenas sociais (modelo 2) e económicos (modelo 1).
Segundo ele, se você concorda com o modelo 3, automaticamente concorda com os modelos 1 e 2. Assim, surge o modelo 4.

4. Presença contínua - Tudo ao mesmo tempo agora.

Resumindo...

PARA QUE SERVE A INTERNET?

A Internet, logo a seguir à invenção da imprensa, tem sido considerada a mais importante descoberta. Essencialmente a Internet serve para:

- Partilhar informação

- trocar e exprimir ideias e opiniões

- comunicar com o mundo



Para que queremos a informação? Porque queremos partilhá-la?

- Para saber o que se passa no mundo

- Para aprender sobre temas concretos, por interesse pessoal, profissional ou educativo

- Para dar a conhecer o nosso trabalho, as nossas ideias o conhecimento que temos sobre determinados temas.

QUAIS SÃO OS PRINCIPAIS BENEFÍCIOS DA INTERNET?

1) Permite disponibilizar informação

- A Internet facilita a criação, edição e distribuição de conteúdos.
- Pode aceder-se e enviar grande quantidade de informação.
- A Internet é como uma grande revista na qual há informação sobre qualquer tema. Esta riqueza de informação é boa porque nos permite aceder a um amplo leque de materiais sem que tenhamos de nos deslocar para os encontrar.

2) Internet engloba/abrange/reúne todo o mundo

A Internet é uma grande rede, sem fronteiras geográficas, que permite que saibamos o que se passa no mundo. Oferecemos a possibilidade de trocar informações, notícias, experiências de todo o tipo com gente de todas as partes.


3) Tem um custo baixo

O acesso à rede a partir de casa é cada vez mais facilitada, bem como a partir da escola. Há cada vez mais lugares públicos onde o acesso à Internet é gratuito, como por exemplo as bibliotecas, os espaços Internet.

O QUÉ PODEMOS FAZER COM A INTERNET?

- Encontrar respostas às nossas questões.
- Publicar informação nos nossos próprios sítios web.
- Enviar e receber mensagens através do correio electrónico.
- Participar em Fóruns e exprimir e partilhar informação e opiniões.
- Comunicar em tempo real com outras pessoas através dos chat (conversas síncronas).
- Conseguir endereços interessantes, divertidos, etc. Jogar, brincar, comprar... e muito mais.

A INTERNET É TÃO INTERESANTE PARA NÓS PORQUÊ?

- Há muita informação de todas as partes do mundo, disponível a partir de casa (ou de uma biblioteca pública, espaço Internet, siberiana), a um custo baixo.
- A Internet pode ser comparada a uma cidade na qual há lugar para todo o tipo de coisas: lazer, cultura, trabalho, educação, informação, política, humor, etc.
- A rede permite, de uma maneira fácil, o intercâmbio de mensagens e a partilha de ideias no mundo global.
- A Internet é um preciso auxiliar no trabalho, no estudo... e facilita-nos a vida em general.

COMO BENEFÍCIA OS PRINCIPAIS ASPECTOS DA NOSSA VIDA?

- Os benefícios de Internet afectam os diferentes aspectos de nossa vida, como por exemplo:

- Educação
- Ócio/Lazer
- Actividade económica
- Vida social
- Cultura

Educação

A Internet tem a capacidade de criar grandes oportunidades para a educação, não só como ferramenta educativa e de aprendizagem, mas também como veículo facilitador da comunicação. Por exemplo, permite-nos realizar cursos a distância, on-line, numa qualquer universidade ou escola virtual.
A Internet pode ajudar as crianças a:
- Encontrar recursos educativos e notícias actuais, obter documentos, fotos e imagens importantes, e pesquisar temas muito diversos, das condições climáticas às estatísticas de população.
- Conseguir ajuda para realizar os trabalhos de casa, quer através das enciclopédias on-line e outras obras de referência, ou contactando especialistas.
- Aumentar as capacidades de leitura pelo acesso a conteúdos interessantes, que sugiram outras leituras.
- Aprender a utilizar melhor as novas tecnologias para saber encontrar e utilizar a informação desejada, resolver problemas, comunicar, e sem duvida a adquirir competências cada vez mais exigidas no mercado de trabalho.

Lazer

>-> A Internet oferece um leque de oportunidades de entretenimento, como o humor, desporto, jogar (sozinho ou com outros)

>-> Também nos fornece informação para levar a cabo as nossas actividades de lazer preferidas (cinema, livros, música, viagens...).

Actividade económica

- A Internet está a favorecer uma nova economia, pelo facto de surgirem novas profissões e novas empresas (infra fornecedores de serviços de Internet, difusão de conteúdos relacionados com negócios e bens de consumo, serviços on-line como por exemplo serviços financeiros, bancos on-line, etc.).
- A Internet está a transformar, de uma maneira radical, os diferentes sectores económicos (por exemplo as agências de viagem e turismo, os seguros, a venda directa, a edição electrónica, a imprensa on-line), criando novos mercados, reduzindo custos e melhorando o serviço ao cliente. A Internet está, em especial, a criar novas oportunidades para as pequenas e médias empresas, permitindo-lhes aceder aos mercados internacionais.
- Assim, de maneira prática, e graças à Internet podemos realizar de forma más cómoda actividades tão diversas como: fazer transacções (acções, leilões...), reservar bilhetes de avião, aceder ao banco, comprar on-line, etc.

Vida social

- A Internet permite que as pessoas e as associações dêem a conhecer as suas actividades a um custo realmente baixo.

- A rede desenvolve novos modos de socialização e comunicação. Como ferramenta de comunicação destaca-se o facto de se poder enviar mensagens através do correio electrónico para a família e amigos em todas as partes do mundo. Nos chats, podemos fazer novos amigos, conversar e partilhar as mesmas inquietudes.

- A Internet facilita a aproximação da Administração Pública aos cidadãos.

A rede dá poder aos cidadãos e dá-lhes a oportunidade de uma participação mais activa na vida pública.

Cultura

- A Internet fomenta novas formas de cultura.
- A Internet ajuda em grande medida a criar e difundir conteúdos multimédia digitais, promovendo
a diversidade linguística e as diferentes culturas que existem no mundo
- Também se pode utilizar a Internet para visitar um museu ou ver um vídeo, ouvir programas de rádio produzidos por grandes produtoras, por empresas, organizações ou indivíduos.
- Graças à Internet é possível ligar entre si, bibliotecas, escolas e universidades, e fomentar uma nova "alfabetização electrónica".

TODOS BENEFICIAMOS DA INTERNET DA MESMA MANEIRA?

A Internet é usada pelas famílias por um ou outro motivo: para os adultos a Internet é um meio que lhes permite encontrar informações enquanto que para as crianças e jovens funciona mais como uma fonte de divertimento: ligam-se para um bocado bem passado, para aceder a um sítio específico, para se envolver em actividades diversas relacionadas com jogos on-line, sítios web preferidos (música, desportos, etc.).

QUAIS SÃO OS BENEFÍCIOS DA REDE? (web, correio electrónico, chat, jogos de computador)

Benefícios da web:

- Acesso a diferentes recursos educativos e culturais (texto, som, imagens e vídeo) que de outra maneira não estariam ao alcance de todos.
- Acesso a um manancial de informação (actualizada), por ex: sítios Web das instituições e das escolas
- Acesso a jogos educativos e lúdicos.
- Permite adquirir competências educativas úteis para futuro profissional.
Benefícios do correio electrónico
As diferenças horárias, os atrasos do correio postal tradicional e os custos são factores desfavoráveis à comunicação tradicional, o correio electrónico veio revolucionar a forma de comunicar.
- É muito cómodo: não são necessários selos, envelopes, nem moradas, à excepção de uma simples morada de correio electrónico (que se pode guardar na agenda/ livro de endereços do computador).
- As crianças e os jovens podem utilizar com frequência e partilhar todas as actividades diárias com a sua família.
- As famílias podem ajudar os seus filhos nos trabalhos escolares.
- Fácil partilha de todas as pequenas e grandes questões.
- Envio de fotos, mensagens de áudio, reenvio de documentos e de quase tudo que se ache importante e que se encontra on-line.
- Uma mesma mensagem pode ser enviada simultaneamente a muita gente, recorrendo a listas de correio electrónico.
- Potabilidade de documentos electrónicos. Facilita muito o transporte de documentos electrónicos. Por exemplo se as crianças se esquecem dos trabalhos de casa, no computador, estes podem ser enviados para a escola.
- Uma mensagem de correio electrónico é escrita apenas quando se quer "falar" (o mesmo não se passa, por exemplo, quando se recebe um telefonema).

Benefícios do chat:

- Promove o relacionamento com outras crianças e adultos de todas as partes do mundo.
- Falar com crianças e jovens que tenham interesses e preocupações semelhantes, em canais de chat específicos para crianças e jovens e adequadamente moderados por adultos.
- Comunicar de maneira instantânea com a família, amigos, pessoal docente, instituições, etc.

Benefícios dos jogos de computador:

- Ajudam as crianças e os jovens a pensar e agir mais rapidamente e aumentam a capacidade de concentração.

CONCLUSÕES

O acesso à Internet é muito importante e positivo, é necessária uma atitude positiva em relação à Internet. Não podemos privar as crianças e os jovens, devemos garantir que todos tenham acesso à Internet.

- São muitos os benefícios que as crianças e os jovens obtêm da Internet, cada vez mais, as novas tecnologias são importantes no nosso dia a dia e essenciais para a vivência e o futuro das crianças e jovens de hoje.

- A grande maioria das pessoas que usam a Internet tem experiências positivas. No entanto, tal como em qualquer situação - viajar, cozinhar ou ir à escola - existem alguns riscos. O mundo da Internet, tal como o resto da sociedade compreende um leque vasto de pessoas. A Internet é mesmo um reflexo da sociedade, há coisas boas mas também há coisas más; há gente boa e gente má, gente que actua de má fé, com vontade de insultar, contestar, ofender, explorar, extorquir, - por tudo isso, sempre que as crianças e os jovens navegam pela Internet há que ter em conta todos os riscos a que se expõem.

Desvantagens

Um certo número de preocupações acerca da Internet está implícito naquilo que se disse até aqui.
Uma das mais importantes delas diz respeito àquilo a que hoje se chama «divisão digital» - uma forma de discriminação que separa os ricos dos pobres, tanto dentro das nações como entre elas mesmas, com base no acesso, ou na falta de acesso, às novas tecnologias de informação. Neste sentido, trata-se de uma versão actualizada da diferença mais antiga entre as pessoas «ricas de informação» e as outras «pobres de informação».
A expressão «divisão digital» salienta o facto de que os indivíduos, os grupos e as nações devem ter acesso às novas tecnologias em ordem a participar nos prometidos benefícios da globalização e do desenvolvimento, e não ser privados dos mesmos. É imperativo «que a brecha entre os beneficiários dos novos meios de informação e expressão, e os que ainda não tiveram acesso aos mesmos, não se converta noutra obstinada fonte de desigualdade e discriminação». Devem-se encontrar formas de tornar a Internet acessível aos grupos menos avantajados, ou directamente ou pelo menos vinculando-a aos meios de comunicação tradicionais, cujo custo seja inferior. O espaço cibernético deve constituir um recurso de informações e serviços abrangentes, disponíveis gratuitamente para todos, e numa vasta gama de línguas. As instituições públicas têm a particular responsabilidade de criar e de manter sites deste género.
Na medida em que a economia global adquire a sua forma, a Igreja está preocupada em «garantir que neste processo vença a humanidade inteira» e não apenas «uma elite próspera que controla a ciência, a tecnologia, a comunicação e os recursos do planeta»; isto significa que a Igreja deseja «uma globalização ao serviço de todo o homem e do homem todo».
Alem disto Por muito que adoremos a Internet, sabemos que tem os seus perigos. Conteúdos perigosos, fraude, falsas identidades, vírus... tudo isto faz parte da World Wide Web.
Precisamos de formar os jovens para terem uma abordagem independente, crítica e responsável e para que possam apreciar plenamente a riqueza de recursos oferecidos por este media, evitando ao mesmo tempo, habilmente, as suas armadilhas. As desvantagens da Internet estão enraizadas nas suas qualidades positivas:
>>> Conteúdo ilimitado e extremamente diverso
>>> Liberdade de navegação do utilizador
>>> Ausência de vigilância
>>> A Internet é frequentemente usada isoladamente, em especial pelos jovens.
>>> Ainda está no processo de auto-invenção. Os códigos e convenções que regem o seu uso são por isso fluidos e inconstantes.
Navegar na Internet significa, frequentemente, navegar sem qualquer tipo de guia de navegação, uma fonte de preocupação para pais, professores e educadores. Mas os próprios jovens estarão sempre conscientes disto? Geralmente, respondemos com tecnologias de filtro que são frequentemente cruas, inapropriadas e, pior de tudo, criam uma falsa sensação de segurança e, desta forma, os jovens nunca aprendem a ser utilizadores perspicazes por si próprios.

Afinal para que serve a Internet?

Em casa com a Internet...

Para muitas pessoas, a Internet tornou-se parte essencial das suas vidas. Quer seja para manter o contacto com as pessoas de quem gosta, obter informações sobre novidades importantes para si, pesquisar tratamentos médicos, encontrar um emprego novo ou manter aquele que tem, a Internet é agora um elemento essencial no dia-a-dia do homem. Algumas pessoas utilizam-na todos os dias, enquanto outras a utilizam algumas vezes por semana. O fim para o qual utiliza a Internet não é da nossa conta - apenas queremos certificarmo-nos de que sabe o que existe lá dentro.

A Internet pode ajudá-lo também com as finanças domésticas. Pode encontrar alguns excelentes exemplos de software contabilístico na Web sem ter de os instalar no seu computador. Pode comprar e vender acções ou preencher a declaração de impostos sem perder horas ao telefone ou numa repartição de Finanças. A propósito, o endereço Web das Finanças são www.e-financas.gov.pt. As autoridades físicas permite entregar a sua declaração de impostos on-line.

A tecnologia áudio e vídeo presente na Internet permite-nos ver e falar gratuitamente com pessoas em qualquer parte do mundo. Os avós podem receber fotografias dos seus netos e podem mesmo expô-las em molduras electrónicas. Um serviço emergente chamado telefone pela Internet permite-nos ligar a partir de um computador para um telefone da rede fixa através de uma ligação de rede em banda larga (este serviço não está disponível em Portugal).

Quando estiver farto de olhar para um ecrã vazio e ansiar por contacto humano, pode utilizar a Internet para encontrar clubes de caminhada, organizações politicas, oportunidades de voluntariado, lugares de culto ou até um programa de 12 etapas contra a dependência da Internet. Se realmente optar por abandonar a sua "toca" e empreender uma viagem de carro, procure na Internet indicações passo a passo (ou mapas) para não se perder. Antes de fazer seja o que for, o primeiro lugar onde deve procurar ajuda é na Internet.

A Internet no trabalho...

Está desempregado? A Internet é um excelente meio para encontrar emprego. Pode publicar o seu currículo on-line, que será consultado por potenciais empregadores. Actualmente, a maioria das empresas indica um endereço de e-mail ou um website para enviar o seu currículo. Enviar o seu currículo on-line é mais rápido e mais económico do que envia-lo por correio ou fax. Além disso, muitas empresas gostam de confirmar que os potenciais empregados sabem, pelo menos, o mínimo sobre o funcionamento da Internet, antes de considerarem a sua contratação.
Pode descobrir muito acerca de uma empresa antes de ir a uma entrevista se analisar o respectivo website. Poderá mesmo descobrir outras empresas de interesse se pensar na conferência dessa empresa.

A Internet na escola...

Sem dúvida, a Internet está a descobrir formas de entrar em instituições de ensino de todos os níveis, embora a utilização da Internet pelos mais jovens deva ser feita com vigilância dos adultos.

Com o poder da Internet, não precisa de estar na sala de aula para tirar um curso. Pode encontrar cursos de e-learning online sobre quase todos os assuntos possíveis e imagináveis - e alguns mesmo inimagináveis. Em alguns casos, a universidade é na Net.

A Internet como diversão...

Para algumas pessoas a Internet é uma brincadeira. Não obstante as formas de divertimento online está a aumentar.
Podemos conhecer pessoas online e mesmo alguém especial, como é demonstrado pelo crescente namoro online.
A troca de ficheiros de música (mp3) online disparou para desgosto da indústria discográfica. As indústrias discográficas e muitos artistas consideram aquilo que se passa como roubo puro e simples. Até agora, os tribunais têm concordado com eles. Outros artistas e muitos consumidores acham que a indústria discográfica tem vindo a roubá-los já há anos e quererem quebrar o poder estrangulador que a indústria tem sobre a distribuição de discos. Estão a ser feitos esforços para legitimar a música online cobrando uma taxa online de inscrição ou instituindo um pagamento por cada música ouvida.

As crianças e a net...

Com milhões de crianças a acederem à Internet é fundamental discutir o que as famílias fazem com este recurso.

Muitas vezes, os miúdos são os primeiros a descobrir a montanha de coisas interessantes que a Internet contém.

Mas nem tudo o que é novo é fantástico, e nem tudo o que é fantástico é novo. Muitos miúdos, quando trabalharem, passarão mais tempo do que gostariam em frente a um computador. Não será má ideia aproveitar para fazer muitas outras coisas como o desporto.

Eis algumas das coisas que as crianças podem fazer online, distribuídas em quatro secções:"o máximo", "assim-assim", "não muito boas" e "realmente idiotas".


Formas de utilizar a Internet que são o máximo:

>>> Fazer pesquisas para os trabalhos de casa;
>>> Melhorar o rendimento escolar;
>>> Descobrir como avaliar as coisas que se lê;
>>> Fazer "amigos electrónicos" noutros países;
>>> Praticar outras línguas;
>>> Pagar os downloads das músicas;
>>> Descobrir como criar a tua própria página Web.

Formas de utilizar a Internet que são assim-assim:

>>> Jogar;
>>> Enviar IM aos amigos;
>>> Falar num videofone;
>>> Fazer compras;
>>> Representar um papel;
>>> Plagiar;
>>> Fazer batota;
>>> Revelar demasiadas informações sobre eles próprios;
>>> Visitar sites pornográficos e sites de grupos extremistas;
>>> Fingir que são outra pessoa online;
>>> Visitar salas de chat para adultos.

Ideias realmente idiotas:

>>> Encontrar-se pessoalmente com pessoas que conhecem online sem dizerem aos pais;
>>> Fazer alguma coisa ilegal - online ou offline;
>>> Entrar noutros computadores sem autorização ou criar vírus.

A Internet e as crianças pequenas...

Acredita-se que o acesso à Internet á mais adequado para crianças um pouco mais velhas, mas nem toda a gente partilha da mesma ideia. Mesmo assim, pensamos que é boa ideia limitar o tempo que qualquer pessoa, sobretudo uma criança, passa online.
As crianças precisam de comunicar com os outros seres humanos. Muitas vezes, as crianças têm dificuldades em comunicar com os outros preferem os computadores. Como se pode imaginar, isto não as ajuda a desenvolverem as suas competências comunicativas. Pelo contrário, os problemas agravam-se.

A faculdade e a Net...

Muitas faculdades já dispõem dos seus site na Internet permitindo ao pessoal docente e não docente e alunos o acesso ao seu site, para além disso proporcionam o acesso à Internet nas suas imediações através do acesso wireless.


Vender, vender, vender

Se passar muito tempo online, depressa se aperceberá de que toda a gente parece estar a tentar vender alguma coisa. As crianças, especialmente as de famílias com rendimentos médicos/elevados, são considerados o mercado-alvo mais lucrativo e a net está a ser encarada como outra forma de conquistar este mercado.
Não é novidade que as crianças sejam o alvo de campanhas publicitárias. Se vir televisão, sabe como muitos programas para crianças impingem a sua própria linha de brinquedos e bonecos.

Sentinelas de Software...

Estão a aparecer cada vez mais produtos no mercado para ajudar os pais a restringir o acesso ou a controlar a utilização da Internet através de um relatório de actividade. Se optar por utilizar um destes sistemas, lembre-se de que eles não substituem a sua participação directa na experiência dos seus filhos na Internet, todos eles fazem uma filtragem com base em palavras-chave e listas fixas de sistemas que os autores dos programas acreditam ter material impróprio. Nenhum deles lhe diz exactamente o que bloqueia e aquilo que considera ser impróprio e inadequado poderá não coincidir com a opinião deles. Por exemplo, nos EUA, muitos sentinelas de software parecem defender interesses políticos, bloqueando sites cujo conteúdo politico não agrada aos autores do programa.

Recursos da Internet para crianças...

Como já se percebeu, a Internet está repleta de recursos para crianças, e para os pais, já agora. Não há nada mais efémero que um endereço da Net. Para ajudar a manter o rigor desta informação, coloca-se as listas de recursos no website, para manter actualizadas e porque são demasiado extensas para se incluir aqui na íntegra. A partir dali, pode-se chegar directamente à fonte, e fazer tudo por tudo por manter estas fontes actualizadas!

Conclusão

Quando correctamente utilizada, a Internet é um óptimo recurso didáctico. Quando incorrectamente utilizada, é um enorme desperdício de tempo e dinheiro. A diferença está na pesquisa e planeamento.

Enter supporting content here